sábado, 6 de fevereiro de 2010

Dar Ou Não Dar?


Tu está lá, linda, cheirosa, vestido novo, sapato mega fashion num salto 10, prontinha para sair com aquele gato maravilhoso, aquele mesmo que tu conheceu no barzinho no último final de semana e que estava morrendo de vontade de sair com ele. O cara te liga na semana, te convida para sair e tu liga histérica para marcar depilação, manicure, cabelereira, etc. Depois de tudo providenciado, já vestida e maquiada, liga para tua melhor amiga e pergunta: “Ai, guria... Vou te dizer como estou vestida e tu me diz se tá ‘too much’, ok ? Não sei se vai rolar algo mais e muito menos, não sei se dou. Dou ou não dou, hein ?”
A amiga, nestas horas normalmente não ajuda muito, porque como tu, ela também tem piti feminino: “Ai, mulher....no livro do Sex and the City diz que os homens perdem a tesão pelas mulheres que transam com eles no primeiro encontro, e que precisamos esperar até três saídas com eles para dar.”
Pronto, desaba o mundo. Desliga o telefone e começa tudo do zero: tira aquela lingerie vermelha m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a que custou R$150,00 e coloca uma calcinha super velha. Assim, não há perigo de querer dar. Pô, com a calcinha velha, vai rolar constrangimento em tirar a roupa e assim, ufa! tu não vai querer dar. Isso, ótima idéia!
Cinco minutos depois de toda esta movimentação de guerra, o celular toca e é a amiga de novo: “Ai, guriaaa.... tava pensando: capricha na lingerie, tu não pode perder a oportunidade de transar com este gato maravilhoso. E além do mais, homens detestam mulheres que fazem cú doce, que ficam se fazendo de ingênuas, quando na verdade, estão loucas para dar.”
Pronto, ferrou de novo. Tu fica ali, parada na frente do espelho, brincando de estátua e começa a enxergar as celulites, os quilinhos a mais, as estrias e se auto-flagelando psicologicamente: “dou ou não dou....dou ou não dou....?”
Sexo é isso. É bom, mas domina. Domina a mulher que existe dentro de ti, fragiliza, eleva, mas escraviza. Tu fica ali, estática, escrava da tua auto-estima, pensando que é livre e auto-suficiente, mas tudo isso é ilusão quando se trata de sexo, porque na real, o que tu mais quer é agradar o pretendente e ser desejada.
Se não transar com o cara, tu é uma enjoada, está fazendo cú doce. Se transar e no dia seguinte ele não te ligar, vai correndo no banheiro pegar o kit colherinha, para cortar os pulsos bem devagarinho, afinal de contas TU DEU PRÁ ELE! E o pior: ele pode não ter gostado.
Ah, como é difícil ser uma mulher moderna! Ou tu resolve que não vai abrir as pernas por nada no mundo e ele não liga justamente porque tu fez o maior cú doce, ou tu decide ceder à tentação e transar como o gato no primeiro e encontro, arriscando ele não te ligar mais da mesma forma.
Sabemos que não podemos nos oferecer como docinhos em bandejas, mas também sabemos que o melhor da vida é aproveitá-la da melhor forma: fazendo o que temos vontade.
Como achar a medida certa entre uma coisa e outra ?
Não sei, amiga... se soubesse, o conteúdo deste post seria outro.


Karime Abrão

9 comentários:

ange-dc disse...

Nãso sei ainda, mas garanto que depois que eu for pra RS vou saber... kkkkkkkkk]




beijos chegando

angel

S disse...

Esse papo de que calcinha velha ou furada ajuda a segurar a onda não faz muito a minha cabeça.
Acho que é pq já dei com as duas do mesmo jeito. Na dúvida, o melhor é dar sem calcinha! Tire a calcinha, invente um mini strip, Vá ao banheiro e só volte enrolada na toalha e ele ainda vai gostar!
Aliás, acho que o que pesa muito na hora de decidir sobre isso é o respeito e a reciprocidade. Pq pior do que ficar na maior neura se vai dar ou não é ficar sem saber se ele vai voltar a te procurar depois ou se vai te querer só pra aquilo! haha
Ps. Seu post me lemvrou a Bridget Jones. =)

Beijos e boa sorte!

Karime disse...

Gurias, obrigada pela participação! Também sou adepta de estrategias paralelas para evitar a neura.
:)

Beijos

Anônimo disse...

Dar sempre que tiver vontade, então se arrume, se embeleze, se perfume e, se o cara realmente for legal ele nao vai nem ligar que tu deu no primeiro encontro ou no ultimo, o que vai interessar é que tu e ele curtiram esse momento divino e tem tudo pra dar certo... e se nao acontecer isso, simplesmente ele NAO é o CARA !!!! Entao, valeu a trepada !!!!!

Um beijo enorme,

Ju

Luciane Portolan disse...

Ligar ou não ligar no dia seguinte...o q interessa???? O que importa é que tenha sido bom...se ele não ligou, o problema é dele e quem vai sair perdendo é ele....pelo menos tu tirou tua casquinha rsrsrsrs
Bjsu querida

Anônimo disse...

Adorei Karime, é uma dúvida cruel mesmo.... mas na duvida: faça a sua vontade. Se ele não ligar a fila anda e vai aparecer o proximo pra testar... Beijos... Kate

Anônimo disse...

Bom mesmo é curtir o momento e aproveitar a noite, independente da resolução q se venha a ter. Mas pensando bem: é bom não se apaixonar pelo cara, porque aí as consequências poderão ser traumáticas.

Bjo

Elaine :)

Dóris Hess disse...

Olha, vou lhe contar... essa da calcinha velha, CUIDADO! Já fiz disso, num primeiro encontro, e... acabei dando com calcinha velha e RASGADA, uau! Na real, a vontade foi maior... dei adeus ao pudor E DEI!
E sinceramente, acabei namorando o QUERIDO...
Então, quando o cara lhe interessar e você estiver sensualmente envolvida por ele, SEMPRE vá preparada. E deixe o clima, o papo, o momento comandar o show.
O dia seguinte? Não se preocupe. Esqueça a neura.
Porque se o menino tem a cabeça tão fraquinha prá pensar "mal" de você porque rolou no primeiro encontro, o problema não é você: é a cabeça dele. Ou melhor, a FALTA de cabeça dele. A de cima.

Karime disse...

Gurias! Obrigada pela participação! Adorei!
Beijos, beijos