segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Tema da semana: atleta sexual

O Maratonista Libidinoso



Tenho um amigo que mora no Rio de Janeiro e que é o perfeito estereótipo de um carioca malandro. Moreno, bonito, corpo escultural, festeiro, simpático, divertido, de fala arrastada caprichando nos “xxx” e “rrr”, usando muitas gírias e cheio, mas cheio de amor para dar. Seduz com o olhar e com a risada gostosa concordando quando digo: “Fa, tu não vale o que come”.
Ao mesmo tempo que faz o estilo “família”, participando de programas junto com os pais e irmã, e cuidando da filha linda que tem, fruto de um relacionamento anterior, é totalmente devasso. Topa todas... realmente todas.
Tenho um carinho muito grande por ele porque nos sentimos à vontade para conversar sobre qualquer assunto e damos muitas risadas juntos. Torcemos pelo sucesso e felicidade um do outro.
Toda segunda-feira conversamos pelo MSN e nos perguntamos como foi o final de semana. E ele sempre tem uma nova aventura para me contar. Não sei se realmente todas as aventuras são colocadas em prática 111% como ele mesmo diz, mas o certo é que acredito que pelo menos 50% delas são.
“Horrorosa (algo como linda, maravilhosa, perfeita e idolatrada amiga), tu não sabe o que eu fiz... Dias atrás, entrei em um chat e conversei com um casal por horas. No final da conversa combinamos um ménage na casa deles para terça-feira”.
“Em plena terça? E tu foi, criatura?” – sempre pergunto incrédula.
“Lógico, sua horrorosa! E tu acha que eu ia perder?”
Não, não acho. Vindo dele, não tenho a menor dúvida de que ele não iria perder absolutamente nenhuma chance de participar do evento a três.
“E como foi?” – pergunto querendo saber os detalhes.
“Ótimo... shoooow!”
Ele sempre faz questão de me contar tudo, incluindo os detalhes sórdidos, que sempre me deixam chocada por mais moderninha que eu pareça ser.
A segunda maratona sexual dele foi com uma guria que morava com mais três amigas. Ele a conheceu em um barzinho na beira da praia (lógico, onde mais iria ser?) e foram juntos para o apartamento dela. Conversaram, blábláblá e foram para o quarto. Lá pelas tantas, uma segunda amiga bateu na porta do quarto e quis participar da competição de salto com vara. Diz ele que saiu de lá acabado.
Nesta semana me contou que domingo participou de um verdadeiro triatlo do swing à beira da piscina. Dia ensolarado, comida e bebida à vontade, uma cobertura, uma piscina enorme e dez pessoas completamente nuas aproveitando a dolce vita.
“Sério, Fa... tu participou desse revezamento 5 x 5 ?”
“Mas tu é bem horrorosa, merrmo hein, cabeça? Lógico...” – ele trata tudo com uma naturalidade quase que ingênua.
“E aí? Quero saber dos detalhes sórdidos!”
“Linda, te conto outra hora, ok? Tenho uma reunião agora. Beijo, sua horrorosa!”
E segui meu trabalho frustrada (e curiosa), na frente do computador envolvida com planilhas de custos aduaneiros de importações e e-mails para o exterior.
Mas ele me prometeu que nesta semana me conta TUDO.



Karime Abrão

4 comentários:

Camila disse...

Até eu fiquei curiosa p/saber o desfecho da história. [Brincadeira]! hehe ;-)
Beijos.

Karime disse...

Guria, ele ainda não me contou, acredita ? Mas deixa que quando contar, vira post!! rsrsrs
Bjo

Anônimo disse...

Karime, esse cara tá mais pra decatlo moderno do que pra triatlo. rs Tem quem curta. rs Beijo e boa sorte pra ele.

Mario

Luciane Portolan disse...

Amiga....me apresenta?????? rssss
brincadeirinha
Bjus bisca. Tô adorando isto aqui.