domingo, 25 de maio de 2008

Teste seus tabus

Responda sinceramente, marcando quais modalidades abaixo encontram-se na sua lista de tabus, ou seja, assinale aquilo que não faz, nunca fez e/ou não gostaria de fazer. Dica: copie e cole no word, ficará mais fácil sinalizar do que escrever à mão. Depois, é só descer pela barra de rolagem e conferir o resultado. Se tiver alguma dúvida, pergunte nos comentários.

Sexo:
( ) Convencional
( ) Oral
( ) Verbal
( ) Anal
( ) Grupal

Figurinos:
( ) Fetiches (colegial, enfermeira, policial, etc)
( ) Personagens (de filmes, HQs, desenhos animados, etc)
( ) Dominatrix
( ) Striper
( ) Prostituta

Exibicionismo:
( ) Praia de naturismo
( ) Caminhar à vontade pela casa com janelas abertas
( ) Expor-se na webcam
( ) Fazer strip tease
( ) Usar trajes de banho mínimos ou praticar topless

Voyeurismo:
( ) Ver gente se exibindo pela web
( ) Espiar vizinhança
( ) Ver o cônjuge transar com outra pessoa
( ) Xeretar gavetas alheias em busca de peças íntimas
( ) Apreciar bem de perto o órgão sexual alheio

Local:
( ) Natureza (praia, mato, cachoeira, etc)
( ) Local público (banheiro de boate, elevador, parque, etc)
( ) Local de trabalho
( ) Carro
( ) Igreja

Experiências:
( ) Drogas e sexo
( ) Jantar com comidas afrodisíacas
( ) Sentir o próprio gosto
( ) Assistir a filmes pornô a dois
( ) Praticar técnicas de livros sobre sexo

Variações:
( ) Ménage à trois
( ) Dar escapadinhas virtuais
( ) Transar com pessoa do mesmo sexo
( ) Swing
( ) Freqüentar casa de sexo grupal

Suplentes:
( ) Receber massagem erótica
( ) Fazer sexo por telefone
( ) Praticar cyber sex
( ) Escrever poesia ou conto erótico
( ) Exercitar pompoarismo

Masturbação (só):
( ) Imaginando-se com outras pessoas que não quem você ama
( ) Vendo fotos e filmes de sacanagem
( ) Lendo contos eróticos
( ) Em público (ex.: por baixo da mesa, em restaurante)
( ) Usando objetos

Masturbação (a dois):
( ) Masturbar o cônjuge
( ) Masturbar-se para o outro ver
( ) Um se masturbando para o outro simultaneamente
( ) Um masturbando o outro simultaneamente
( ) Masturbar-se em conversa picante

Provocações:
( ) Sair sem roupa de baixo para excitar na hora certa
( ) Deixar seu cheiro em objetos pessoais do amado
( ) Mandar mensagens sexys (celular, e-mail, msn, etc)
( ) Deixar-se fotografar ou filmar nua ou transando
( ) Combinar uma transa com alguém que conheceu na web

Hardcore:
( ) Sadomasoquismo
( ) Levar e/ou dar tapas
( ) Levar lapadas
( ) Simular estupro
( ) Bondage

Verborragia:
( ) Falar e ouvir sacanagem durante o sexo
( ) Gemer alto
( ) Gritar
( ) Ser xingada ou xingar
( ) Escrever textos eróticos

Escatologia:
( ) Chuva dourada
( ) Chuva negra
( ) Troca de saliva
( ) Engolir esperma
( ) Transar durante o período da menstruação

Boca:
( ) Oral na vagina
( ) Beijo grego
( ) Chupadas e lambidas nos testículos
( ) Pênis crescendo na boca
( ) Língua sendo chupada

Dedos:
( ) Fio terra
( ) Dupla penetração de dedos
( ) Penetrar-se para o parceiro ver
( ) Penetração de vários dedos
( ) Dar o dedo molhado para o cônjuge chupar

Ejaculação:
( ) Na barriga
( ) Na boca
( ) No rosto
( ) Nos seios
( ) No ânus

Aditivos:
( ) Comidas
( ) Vibrador
( ) Bolinhas chinesas
( ) Bolinhas de pompoarismo
( ) Virgin Again

Perversões:
( ) Zoofilia
( ) Necrofilia
( ) Pedofilia
( ) Gerontofilia
( ) Panfilia

Ousadias:
( ) Dar presentes íntimos (ex.: calcinha usada)
( ) Fazer depilação total da região pubiana
( ) Criar historinhas (ex.: parceiro vem como entregador de pizza)
( ) Transar com alguém que acabou de conhecer
( ) Transar com mais de uma pessoa de cada vez na mesma noite

Bizarrices:
( ) Penetrações inusitadas (ex.: com os dedos dos pés)
( ) Sexo com parceiro inflável
( ) Brincar de sushi woman
( ) Incesto
( ) Sexo durante a gestação

Exotismos:
( ) Kama sutra
( ) Sexo tântrico
( ) Sexo inter-racial
( ) Massagem de esperma
( ) Terapia sexual

Posições:
( ) De quatro
( ) 69
( ) Espanhola
( ) Em pé
( ) Gangorrinha
( ) Candelabro suspenso
( ) De bruços
( ) No colo
( ) De ladinho
( ) Por cima

Extras:
( ) Posições submissas (ex.: amarrada e amordaçada de joelhos)
( ) Rebolar durante o sexo
( ) Ser cheirada ou cheirar intimamente
( ) Ser lavada ou lavar
( ) Sentar no rosto do parceiro
( ) Dupla penetração com parceiro e vibrador
( ) Cabelo puxado com força durante penetração
( ) Despir e despir-se rasgando a roupa
( ) Discar para tele-sexo
( ) Pagar por sexo


Resultado parcial:

Sexo
Caso você seja do time do Renato Russo, então marcou a opção três, muito provavelmente com o discurso de que prefere sexo carnal. Uma coisa não dispensa a outra, mas tudo bem, diga apenas que é tabu e pronto, economiza horas de argumentação sem sentido. Das opções à disposição, a que não tem nexo é a de sexo convencional: caso esteja em sua lista de tabus, então significa que você provavelmente só o aceita para a perpetuação da espécie, ou seja, seu problema só não é grave aos olhos de Bento XVI. E se marcou a opção de sexo anal, a reposta mais convencional será a de que “lá” não foi feito para o sexo. Boca também não, portanto tire a sua de lá e não deixe que façam o mesmo contigo. Aliás, segundo a liga das senhoras católicas, mãos também não foram feitas para o sexo e seios têm a função de amamentar. A liga reza ainda que olhos não foram feitos para ler blog de safadeza!

Figurinos
Se você assinalou as opções um e dois é porque tem medo de passar ridículo. A três se refere a não gostar de coisas mais agressivas. E a penúltima e última são para mulheres que têm medo de ser confundidas com vagabundas. Claro, seu parceiro pode achar que você é uma meretriz disfarçada de mulher descente, né?

Exibicionismo
Compreensível que você não goste de se expor em público. Mas a dois ou entre quatro paredes, pode ser um pouco de exagero. Tem um episódio dos Simpsons em que o Homer faz sua oração antes de ir para a cama (e transar) e diz a Deus que ele pode ficar observando e se divertindo “como sempre”. Enfim, privacidade é artigo de luxo, principalmente para quem tem algum tipo de crença metafísica (e não brigue com seu anjo da guarda, ele só está cumprindo ordens).

Voyeurismo
Aquele que nunca deu uma espiadela pelo buraco da fechadura que jogue o primeiro binóculo. Os reality shows da vida são a prova de que todo mundo tem seu lado voyeur. E entre as 50 manias inconfessáveis das mulheres, segundo a Revista VIP, está a de revirar as gavetas do amado assim que ele sai de casa (especialmente se é um amado novo). Dizem que depois da publicação da matéria quadruplicaram as vendas de ratoeiras.

Local
Sai de retro, igreja é meio demais mesmo. Quanto aos outros locais, não têm nada de tão problemático ou absurdo. É só tomar cuidado nessas áreas perigosas para não passar por situações vexatórias. Vai ser difícil convencer seu chefe de que você estava organizando a papelada ao passar por um flagra, de quatro, em pleno ato, justo na mesa dele.

Experiências
Se você respondeu que não curte drogas e sexo mas costuma tomar um vinhozinho para relaxar antes da transa, trate de desmarcar esta opção. Droga é tudo aquilo que vicia ou muda seu estado de consciência. As demais opções são de foro íntimo e pessoal, aliás bastante inconseqüentes. Se você se escandalizou com alguma, é recomendável aumentar a dose do vinho.

Variações
Se você é do tipo que acha que mais de duas pessoas não é sexo e sim formação de quadrilha, normal que tenha assinalado todas as opções deste tópico. Ao que tudo indica, quanto mais hetero, mais difícil gostar de modalidades grupais, principalmente para homens, pois já é constrangedor tomar banho em conjunto depois do jogo de futebol, quanto mais ter seus pares caminhando pelados ao redor e armados. Já a escapadinha virtual, bem, isso entra na linha do relativo. Sexo sem contato físico é traição? Se sim, então ingressa na mesma classificação dada pela revista Sexy há alguns anos: “se você pensou em trair, já traiu”.

Suplentes
Difícil acreditar que alguém possa ter algum dos itens deste bloco como tabu. Principalmente porque tabus envolvem invasão da moral, nojo ou desconforto, reações que não ocorrem em nenhum dos casos (talvez só no último). Mas, enfim, se você apontou algum deles é porque é uma pessoa bastante convencional, gosta de sexo como se praticava antigamente. A propósito: sexo por telefone não é botar o celular no vibra-call e sentar em cima, OK?

Masturbação (só)
Depois que foram descobertas propriedades preventivas do câncer de próstata na masturbação, muito marmanjo passou a assinar a Playboy com desculpa de recomendação médica. Não se sabe se há algum benefício fisiológico para as mulheres, mas a masturbação como tabu, para qualquer um dos sexo, é algo comum apenas em conventos e mosteiros onde se pratica auto-flagelação. Já masturbar-se pensando em outra pessoa que não a que você ama, bem, daí voltamos ao impasse: pensar é o mesmo que trair? Se você acha que sim, então saiba que a sua imaginação é o mais eficaz cúmplice para o adultério.

Masturbação (a dois)
A melhor forma de prazer solitário é a dois. Se há algum tabu aqui, a culpa é da inibição. E inibição no sexo tem tanto sentido quanto fazer uma refeição com vergonha de a outra pessoa ver você se alimentando.

Provocações
Aqui vai muito do seu espírito de aventura. Dependendo da situação, pode render chantagem ou até desenlaces frustrantes e perigosos. Às vezes tabu é entrave sem explicação racional, em outras é puro bom senso. Mas atingido o patamar da confiança plena, estas provocações podem virar um jogo excitante. E de ganha-ganha.

Hardcore
Dizem que tapa de amor não dói. Para complementar, Nelson Rodrigues afirmava que “nem todas as mulheres gostam de apanhar, apenas as normais”. Claro, isso é muito diferente de o cara tirar um soco inglês da gaveta do criado mudo. É possível violência com respeito? E com prazer? Respostas muito íntimas e pessoais essas.

Verborragia
Assim como tem gente que prefere sexo no escuro, tem quem goste de fazer no mais absoluto silêncio. Quem responde que não gosta de abrir a boca nessas horas alega que não quer se expor. O recado é: hello-ooo, você está fazendo sexo, existe alguma forma de se expor maior do que essa?

Escatologia
Tem um ditado do interior meio estranho que diz que “o que é do gosto, regalo da vida”. Em outras palavras: quem gosta, que aproveite. Não vamos entrar mais aprofundadamente neste assunto, porque ele é muito pouco palatável para a grande maioria das pessoas. Sobre transar no período menstrual, não há nada de mau nisso, a não ser que o mancebo queira brincar de Conde Drácula. E a respeito do esperma, há vários estudos (sérios) que o apontam como nutritivo e saudável para a pele. O grande ponto fraco mesmo é o sabor não lembrar nem de longe leite condensado.

Boca
Os tabus referentes a estas opções só existem por uma suposta questão de higiene. Então, aqui vai um interessante quadro apresentado no Casseta & Planeta de alguns anos atrás: havia um milionário que não fazia sexo, pagava para outro fazer com sua esposa – isso porque, segundo ele, “sexo é muito anti-higiênico”. Difícil contestar sua afirmativa. Como também é difícil apoiar sua iniciativa.

Dedos
O fio terra, assim como o exame de próstata, é o grande tabuzão masculino. Já para as mulheres o método Eliana não causa grande escândalo, mas há resistências. Para o homem, resta intuir se está ou não metendo o dedo onde não é chamado.

Ejaculação
Não é champanhe, mas você sacode e ele estoura desordenadamente. Há toalhinhas especiais para você estancar o jorro antes que ele respingue naquele lençol que você acabou de comprar na Havan. Ou lencinhos, toalhas de papel, papel higiênico, enfim, outras opções para o caso de você ter tabu pela substância fértil e melecosa. Só, por favor, não faça cara de nojo. Todo homem, involuntariamente, pena muito para produzir o sêmen derramado: cada gota de esperma equivale à perda de 30 gotas de sangue. Entendeu agora porque sexo é proibido aos atletas antes de competições?

Aditivos
Talvez você prefira que o sexo seja restrito a um corpo e outro corpo. Mas daí a ter aversão a algum elemento extra no meio da relação pode ser indício de que seu grau de purismo está um tanto exacerbado. Claro, se de repente o coadjuvante passa a protagonista, daí é grave. Nenhum homem ficaria muito feliz em dar um vibrador à esposa e depois perceber que ela se diverte mais com o brinquedo do que com ele.

Perversões
Se você marcou qualquer uma das opções deste bloco, deixe seu nome e endereço nos comentários para que possamos mandar uma ambulância com paramédicos e camisa de força urgentemente à sua casa.

Ousadias
Nem são lá tãããão ousadas assim essas opções, foram classificadas deste modo pela falta de título melhor. Só uma observação: a primeira opção não é nojenta, não. Em todas as espécies animais o cheiro é elemento principal de atração, e nós somos, sim, animais. Se você acha nojento, recomendo que traga o Dr. Bactéria, do Fantástico, para fazer uma inspeção na sua relação sexual: garanto que o laudo da investigação vai ser um tremendo choque.

Bizarrices
O último item só chega a ser problema quando a gestação está avançada, ou quando a gestante não é a esposa. O penúltimo é claro que é bastante abjeto, mas transar com um parente distante não é nenhuma anomalia: um primo de quarto grau de Botucatu que você só viu quando era pequeno no enterro da sua tia-avó não representa problema nenhum. Já os outros são mais esquisitos mesmo, mas bem conversado tudo dá certo (exceto com o boneco inflável, claro).

Exotismos
O mundo está cheio de novas possibilidades sexuais, e absorver outras culturas, técnicas e parceiros é absolutamente natural. Leve o tal “mundo globalizado” para a cama. E tabu por sexo inter-racial não é tabu, é preconceito. Quanto à terapia sexual, é preciso tomar cuidado, porque tem diversas modalidades, das mais sérias às mais tabajaras. Preste atenção para não acabar passando da classe de paciente para a de cobaia sexual.

Posições
Foram colocadas aqui as dez posições que podem gerar algum tipo de tabu, portanto ficaram de fora as muito convencionais (ex.: papai-mamãe) e as variantes (ex.: em pé de frente e em pé de costas). Mas, por favor, ter tabu com posições é o cúmulo. Embora haja quem não goste de ficar de quatro porque acha que se expõe demais, ou quem não suporte 69 por ficar em dúvida a respeito de onde deve canalizar sua concentração, ou ainda quem não curta espanhola por achar anti-natural. Enfim, de todo modo é bom você rever suas posições quanto ao assunto.

Extras
Essa é a raspa do tacho: dez extras que podem ser tabu para alguém. Claro que as listas poderiam continuar indefinidamente, mas deixemos por aqui para não encucar demais, já que o sexo começa a ficar parecido com um jogo burocrático de carimbadas “tabu” e “não tabu”. Mas dessa lista derradeira é importante salientar o último item, que não se trata de tabu mas sim de atentado ao bom senso (mesmo que socialmente tolerado): quando sexo envolve cifras, fica difícil de se saber se é mais humilhante para quem paga ou para quem recebe. Sexo como comércio não é tabu, é aberração mesmo.


Resultado final:

Até 05 tabus: Roman Polanski
Você não só não tem tabus, como sofre de alguma anomalia grave. Corra ao terapeuta mais próximo, mas pedindo antes para que ele se prepare para fazer a consulta atrás de grades de proteção.

De 06 a 10 tabus: Michael Douglas
Você tem um pezinho no lado selvagem e doentio do sexo. É uma daquelas pessoas que no teste de borrão dos psicólogos sempre consegue ver um órgão sexual azul, vermelho ou preto (dependendo da cor da tinta). Tente praticar a sublimação, que consiste em canalizar a energia sexual para outras atividades, como canto, tricô ou pintura (pensando bem pintura não, porque lá tem borrões...).

De 11 a 15 tabus: Angelina Jolie
Pessoa normal mas liberal, não se trava e está pronta para novas experiências, dentro de um grau de ousadia considerado aceitável ou minimamente seguro. Costuma ver sexo em tudo. Mas tudo bem, Freud classificaria isso como normalidade. E Nelson Rodrigues, paradoxalmente, complementaria: “de perto, ninguém é normal”.

De 16 a 20 tabus: Woody Allen
Você tem lá seus tabus por ser uma pessoa criteriosa. Quando o sexo é ousado, gosta de calcular os riscos. Provavelmente tem sempre camisinhas na carteira, na bolsa e/ou no criado mudo. Está beirando a caretice sexual, o que não chega a ser motivo de preocupação, já que você prefere ser careta com KY do que liberal com Hipoglós.

Mais de 21 tabus: Doris Day
Desculpe, entrou no blog errado, minha senhora.


Mario Lopes

9 comentários:

ZzZzZz disse...

Bem,
... fiz o teste, etc e tal e com relação ao resultado, bem...melhor não comentar. rs :-)
Parabéns, muito bom este texto!
Beijos,
Camila.

Anônimo disse...

Ara, conta aí, vai. ;-)

Charlie

Bom dia... disse...

Tenho vergonha. hihihi ;-)
Camila.

Anônimo disse...

Bom, quem escreve nesse blog tem de ser meio sem-vergonha. Olha os textos. Então, inspire-se e revele q vc é uma Roman Polanski. hehe
Beijo.

Charlie

Verônica disse...

rsrsrsrs, adorei Mario, como sempre. Gosto de seus textos, pois aprendo um montão com eles. Vamos publicar? Te ajudo na divulgação. Tem muita coisa ai que deveria ser livro de cabeceira. Por hora vou imprimir pra colocar na minha. 100%informaçõe e criatividade!
;-)
Verô

Anônimo disse...

Thanks a lot, Verônica. Se um dia virar publicação, prometo que o primeiro exemplar vai para a sua cabeceira.
Beijo.

Charlie

Anônimo disse...

Sou amiga da Cá, ela me mostrou este blog, fiz o teste junto com ela, rs - e nossa, parabéns...
Adorei, sobretudo a interatividade nos textos (li alguns outros) e no contato com os leitores.
Abraços

Anônimo disse...

Puxa, Lu, ficamos bem felizes em tê-la como leitora. Esperamos que você sempre esteja por aqui lendo e participando. Por falar em participar, você também vai fazer como a Cah e ficar regulando seu resultado do teste? hehe ;-)

Charlie

Anônimo disse...

Sabe o que é, é que o meu teste deu... 20 pontos. Por um mísero pontinho não me enquadrei no Doris Day. hehehehe ;-)
Pronto, já falei! O que me diz?!

Camila.