sábado, 26 de abril de 2008

Quero meu milhão


Se o BBB fosse lá em casa eu ganharia um milhão!! Mas tenho certeza de que eu, e você também, merecemos este prêmio pois vivemos num eterno BBB. Somos personagens do verdadeiro SHOW DE TRUMAN!
É engraçado como este tema gera discussão. O que este programa tem de diferente? Ele é um retrato de nossa sociedade.. desde que éramos fetos na barriga de nossas mães. Lá, naquele espaço pequeno e cheio de água ela já ficava de olho em nós, cada mudadinha de lugar ou manifestação de vontade própria a mão na barriga era um aviso de que estava cuidando de nossos movimentos. Quando nascemos diversos olhares estavam a nossa volta... o dos médicos e depois dos pais, dos avós, tios, etc e de diversas pessoas que insistiam em espiar a amamentação, ver a troca de fraldas e até o banho..tem exposição maior?
Acha que acabou por aí? Não, não! Um pouco maiorzinhos outros personagens surgem para monitorar nossas vidas. Quem nunca teve um vizinho fofoqueiro? Aquelas senhoras que ficam o dia inteiro na janela de casa monitorando a nossa vida. Muitas chegam ao ponto de saber a roupa e a hora que saímos de casa. Não é mesmo?
Um outro exemplo é o trabalho. Sempre tem aquela pessoa que fica monitorando o tempo que ficamos na Internet ou quantas vezes vamos ao banheiro só pelo prazer de bisbilhotar. Estes são alguns exemplos mas outros inúmeros devem passar pela cabeça de vocês.
A única diferença das nossas vidas para o programa de televisão é que ao assistir o BBB você está sendo bisbilhoteiro e sabendo da vida do outro sem nenhum problema. Nenhuma pessoa vai dizer que você é fofoqueiro ou deve cuidar da sua vida..e sim vai ficar comentando com você os fatos cotidianos das pessoas que estão ali, do outro lado da tela. O que acontece quando estas pessoas saem da TV? Depois de um tempo a vida delas volta ao normal... hehehe na minha opinião o BBB da vida real deveria pagar mais que um milhão pois estar na TV é muito fácil, dura só 3 meses, e agüentar tudo isso desde que nascemos é a verdadeira dificuldade.
E VIVA NOSSO PRIMEIRO MILHÃO!!!

Josiany Vieira

3 comentários:

Anônimo disse...

É isso mesmo, Josy. Já mandei fazer uma camiseta "Pode me chamar de Truman". O pior (ou melhor) é que queremos ainda mais esse jogo no nosso dia-a-dia. Teve eleição de novo síndico aqui no meu prédio hoje, e a plataforma de dois dos três candidatos contemplava a instalação de novas câmeras. Com direito a podermos ver as imagens nas TVs de nossos apartamentos. Vai chegar o dia em que fazer sexo entre quatro paredes se tornará coisa de exibicionistas.

Charlie

Adriana Amaral (Lady A.) disse...

bahh Mario, pior q é bem assim msm...alias se quiser ver uma bela análise sobre isso, acompanhe o blog http://dispositivodevisibilidade.blogspot.com/
bjo

Anônimo disse...

Boa dica Adri. Mario é verdade, hoje até andar na rua é motivo de monitoramento