sábado, 7 de fevereiro de 2009

Como Lidar Com Aquela Sua Colega Invejosa e Vagabunda

O dicionário define a palavra vagabundo como:
adj. 1. Que vagabundeia; errante; nômade; vadio .
2. Que não gosta de trabalhar.
3. De qualidade inferior, ordinária.

Mas na linguagem popular, o feminino de vagabundo, vagabunda significa mulher namoradeira e sem-vergonha. Hoje em dia, as vagabundas estão em todos os lugares e sempre têm o dom de colocarem as mulheres sérias para baixo. Se você é uma mulher honesta, em todo o lugar você terá o desprazer de encontrar uma vagabunda ordinária, principalmente nos ambientes de estudo ou de trabalho. Você já notou que a primeira atitude de uma vagabunda é atacá-la comentando sobre as conquistas amorosas dela para deixar você com inveja? Não caia nesta! O que ela deseja mesmo é colocá-la para baixo! E tem mais uma coisa: não se sabe se estas conquistas amorosas dela são reais ou fruto da sua excitante imaginação. Eu já sofri nas mãos das vagabundas, elas faziam-me parecer mais feia do que realmente eu era, e até quase tentei o suicídio por causa disto. Às vezes, eu me olhava no espelho e chorava, porque achava que não tinha capacidade de conquistar alguém com a facilidade com que elas conquistavam. Mas, através da observação e da pesquisa desenvolvi métodos para lidar com este nocivo tipo de mulher. Abaixo, veremos métodos de como lidar com uma colega vagabunda.


1. Quando Ela Conta Vantagens Amorosas


Bem, quando ela vier com aquele papo de: “fiquei com sete na balada neste final de semana...“ Você deve fingir que concorda com esta atitude e perguntar: “Nossa! Você é uma excelente sedutora. Quais são as táticas que você usa? Pois, preciso aprender!“ Quando ela comentar sobre as táticas, você verá que sempre são aquelas usadas pelas mulheres vulgares do cinema: encarar o homem com um olhar penetrante, usar decotes profundos, colocar mini-saia... Afinal, são as conhecidas táticas de uma vagabunda mesmo!


2. Quando Ela Fala Que Um Conhecido Seu Está a Fim Dela


O maior prazer de uma vagabunda é destruir o começo de um namoro de uma conhecida. Portanto, se você está interessada em algum rapaz, não diga isto a ela, pois corre o risco de ela conquistá-lo antes. Já quando a assanhada conta para você que está interessada em um conhecido seu, não acredite!!! Pois ela está querendo testar o seu interesse pelo moço. Se você deixar claro que é apaixonada pelo rapaz, então você corre perigo. Se ela contar para você que um conhecido seu está interessado nela e se você realmente não tiver interesse neste homem, você pode vir com a manjada frase: “Dou a maior força!“ Só assim ela parará com esta conversa e deixará os seus ouvidos em paz .


3. Quando Ela Conta Vantagens Intímas


Se você é uma pessoa tímida, a pior parte de ter uma colega vagabunda é aturar a hora quando ela decide contar, por vontade própria, sobre os seus momentos íntimos com os parceiros. O negócio é fingir que demonstra interesse e vir com estes irônicos elogios, na metade dos relatos: “Como você tem tanta disposição? Estas posições não doem ? Você toma algum chá revigorante?" Se você vier com estas perguntas irônicas, a vagabunda se tocará do papel ridículo que está fazendo e nem sequer tocará mais no assunto. Conclusão: aqui podemos concluir que as vagabundas são pessoas carentes, inseguras, vazias e capazes de tudo para chamar a atenção. Elas não têm amor próprio, são invejosas e, por isso, tentam deixar as outras mulheres sem auto-estima, comentando sobre as suas conquistas amorosas. Sempre que pudermos, devemos evitar o contato com elas. Se isto não for possível, precisamos usar os métodos acima.




Luciana do Rocio Mallon

2 comentários:

Anônimo disse...

Depois tem garotas que não entendem o comportamento da protagonista do filme "Carrie, A Estranha", né, Luciana? rs
Beijos.

Mario

Sophie disse...

Bem, eu até tive uma amiga assim, só que ela não era vulgar, mas agia da mesma forma, sempre vinha com um ar de superior e querendo desdenhar tudo que eu fazia... ela se achava a melhor em tudo, e eu ficava me sentindo mal, achando que era horrível e tals... mas, hoje eu percebo que na realidade esse tipo de mulher, é muito insegura e tem baixa auto-estima e ficam querendo pisar nos outros para se sentirem melhor. Eu tenho é dó dessas pessoas.
BeeeijOs Luciana.