sábado, 21 de fevereiro de 2009

Histeria no gramado


Que outro esporte é capaz de criar maior histeria coletiva do que o futebol? As pessoas morrem pisoteadas por ele, tiram a roupa por ele, pagam promessa por ele. Aqui vão duas coletâneas de momentos arrebatadores de euforia e ainda uma impressionante entrevista ao vivo com o presidente italiano Silvio Berlusconi, garantindo que Kaká continuaria jogando na Itália - repare no êxtase dos integrantes da mesa, certamente compartilhado por outros milhares (ou milhões) de torcedores. Enfim, quando um esporte é capaz de acionar o principal mandatário de uma nação, como se fosse causa de segurança nacional, e gera delírio por um único homem só porque ele leva jeito com a pelota, é porque essa histeria tem de ter algo muito contagiante.


Comemorações incríveis





Invasão de campo





Kaka fica






Mario Lopes

3 comentários:

* Cá * disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
* Cá * disse...

Com certeza!
Não é à toa que o futebol ganhou o título de "Paixão Nacional". Eu mesma já perdi a conta das vezes em que fiquei completamente eufórica, histérica, assistindo aos jogos do Corinthians. ;-) Beijo!

Anônimo disse...

Com o "Fenômeno" talvez a euforia e a histeria aumentem, Cá. Talvez. rs
Beijo.

Mario