segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Tema da semana: Água na Boca


Minha amiga é de babar


Sou garota. E gosto de outra garota. Minha melhor amiga. Como descobri isso? Nem eu mesma sei.
Eu a conheci há dois anos, em uma viagem com nossos respectivos "amigos coloridos" para Santos. O meu namorado convidou o melhor amigo dele e a minha amiga pra passarmos o final de semana na casa de praia dele. Então, nos encontramos em um supermercado na Anchieta. Quando eu a vi, mesmo de longe, senti um arrepio. Quando ela se aproximou e se apresentou, já estava excitada. Percorri com os olhos seu corpo. Magrinha, usava um vestidinho longo, azul escuro. Lembro como se fosse ontem. Mas o que mais me chamou a atenção foi a sua boca. Lábios carnudos, com um leve tom de vermelho e um sorrisão estampado no rosto. O aparelho com borrachinhas rosa e verdes, claro, lhe davam um ar infantil. Cabelos soltos e praticamente sem nenhuma maquiagem.
Fiquei muito confusa. Sempre gostei de homens e do nada fiquei excitada por uma garota. Como pode isso?
Tentei afastar estes pensamentos, mas acho que pressenti que rolaria alguma coisa. O clima estava pesado, parecia que havia algo "no ar".
Então, pensei: "Eu não quero nada com ela, mas seria interessante experimentar só um beijo pra ver como seria...”.
Só que aconteceu muito mais do que um beijo. Ficamos juntas. Senti a pele dela, suave, lisa e macia. A respiração entrecortada e ofegante. Os gemidos baixinhos. O calor, o cheiro, o sabor... foi maravilhoso fazer amor com ela - isso mesmo, não digo fazer sexo, mas fazer amor mesmo. Porque com ela foi muito mais do que uma simples transa. Não consigo descrever o que senti, mas foi mágico.
Depois disso, não tocamos mais no assunto. O tempo passou e a amizade entre nós duas cresceu. Trocamos confidências de todos os tipos, mas nunca mais falamos sobre aquele dia na praia. Talvez por vergonha, não sei. Mas a atração continuava lá, e eu já não sabia mais o que fazer. Não tinha com quem falar ou pedir ajuda.
Escondi isso até ela me apresentar a um amigo. De imediato gostei dele. Inteligente e objetivo, assim como ela. Conversamos muitas vezes pelo MSN e a partir destas conversas consegui juntar coragem e colocar pra fora o que fiquei represando por tanto tempo. No começo fiquei com muito medo de que esta "revelação" estragasse a nossa amizade, o que não aconteceu. Sei que ela corresponde aos meus desejos, embora não da mesma forma, mas isso não importa.
Não me considero bi porque só tive esta experiência com ela e até hoje não senti algo parecido por outra garota. Nunca me interessei.
Infelizmente ainda sou obrigada a esconder este sentimento porque o preconceito ainda é muito grande. As pessoas criam uma expectativa imensa em cima de você e a decepção é grande demais quando você não corresponde a elas.
Mesmo assim, por mais que eu esconda (principalmente por conta da minha família), o mais importante eu já consegui. Libertar a minha alma. A sensação de liberdade, mesmo que apenas dentro do meu espírito, por enquanto já me é suficiente.
Este relato é real. E eu continuo babando por ela. Todos os dias.



Luciane Fernandez é auxiliar administrativa e Desaforada X

12 comentários:

Anônimo disse...

ai mario , amei !
espero q minha estréia tenha sido boa. hauauahaua
beijos , luciane .

Anônimo disse...

Boa é a sua melhor amiga, Lu. hehe Sua estréia foi, literalmente, muito reveladora (embora não pra mim, né). Escreva sempre que puder, quiser e se inspirar.
Beijo e seja muito bem-vinda como nossa mais nova Desaforada X.

Mario

Anônimo disse...

Parabéns semi-xará, muito bacana a sua estréia e como disse o Mário, super reveladora. Bjks Lu Oliveira

mazé disse...

Teu texto poderia ter sido postado tbem na semana passada. Mas o legal é ter essa coragem de assumir pra vc mesma e pra ela, até porque é muito difícil encontrar uma "pessoa" que realmente nos vire de cabeça pra baixo. Quanto aos outros, esses são apenas os outros. E com cada um a gente tem um tipo de relação que só interessa aos dois, né?

Anônimo disse...

respondendo os comentarios ....

mario ,

eu é q agradeço o convite. vc sabe o qto. foi dificil pra mim chegar onde cheguei. e não me arrependo de nada do q fiz.
escreverei + vezes sim, gostei mto da experiencia.
beijãooo !

Luciana

obrigada, fico feliz q tenha gostado. aaa, vi seus textos tb e adorei.
beijos !

maze,
olha , qdo eu escrevi o texto a minha intenção era pra q. fosse postado na semana passada, + como demorei um pouquinho pra mandar pro mario , nao deu certo .... enfim ...... rs

foi uma mistura de desabafo com a vontade de fazer uma surpresa pra essa minha amiga , já q. ela sempre acessa o blog . ou seja , juntei o util com o agradavel, rsrsr

+ uma coisa te digo, as vezes não sei de onde tirei essa "coragem", pois o preconceito ainda é forte. as vezes prefiro nem pensar nisso.

mesmo assim , mto. obrigada ! comentarios como os seus me deixam ainda + certa de q tomei a melhor atitude .
beijos !

luciane

Anônimo disse...

uma musiquinha e sua respectiva tradução, para as lindas descobertas de luciane:

Liza's had enough of men
She said she won't get burned again
She said they don't know how to fuck
Her last boyfriend's a schmuck
Shared with her a nice disease
He kept her passive on her knees
Til one day she took his car
And drove into the city
Liza had put down a few
When she met this girl named Lou
Who convinced her to go home with her
She said, "My name's Louise
Now will you take off your clothes please?
I want to take you to the moon and back
So get on your back."
With a flick of the tongue
She made her scream
She made her laugh
She made her dance
She was happy for the first time
And you know she wanted more
Now with her legs spread wider
She needed to have Louise inside her
She said, "I'll never forget the first time
You kissed me, now I want you to fist me."
Louise didn't need a second invitation
She knew just what to do
Yeah, she knew just what to do
Liza had cum a few times before
But she had never even seen the door
Into the world of pleasures of the flesh
She felt just like 16
And her life before now was a dream
Or even a nightmare thats over and done
Just like warm healing rays
Shining from the sun
She made her scream
She made her laugh
She made her dance
She was happy for the first time
And you know she wanted more
You know she wanted more
You know she wanted more


**********************************8

Liza está cheia dos homens
Ela disse que não ia se queimar de novo
Ela diz que eles não sabem como fazer sexo
O seu último namorado, um otário
Dividiu com ela uma doença legal
Manteve-a passiva e de joelhos
Até que um dia pegou o carro dele
E dirigiu até a cidade

Liza desceu um pouco
Quando ela conheceu essa garota chamada Lou
Que a convenceu a ir pra casa com ela
Ela falou “meu nome é Louise"
Agora, tire suas roupas, por favor
Eu vou levar você até a lua e de volta
Então fique de costas”

Com a ponta da língua
Ela fez ela gritar,ela a fez rir, ela fez ela dançar
Ela estava feliz pela primeira vez
E você sabe, ela queria mais

Agora ela abriu mais suas pernas
Ela precisava ter Louise dentro dela
Ela falou”eu nunca esqueci a primeira vez que vc me beijou
Agora eu quero que vc me bata”
Louise não precisava de um segundo convite
Ela sabia o que fazer,
Yeah ela sabia exatamente o que fazer

Liza gozou algumas vezes antes
Mas ela nunca tinha visto antes a porta
Para o mundo dos prazeres da carne
Ela sentiu como se tivesse dezesseis anos
E sua vida até agora tinha sido um sonho
Ou pior um pesadelo, está acabado
Assim como quentes raios de sol que curam

Ela a sorrir de alegria, ela a fez rir, ela a fez dançar
Ela está feliz pela primeira vez
E vc sabe ela queria mais,
Você sabe ela queria mais

***************************

http://www.youtube.com/watch?v=XoJ3Br9K6x4&feature=related

na faculdade... disse...

Para os leitores das Desaforadas, me identifico: Eu sou a amiga em questão.

* * * * * * * * * * * * * * * * * *

Para você, Lú: Confesso que até agora estou tentando assimilar e entender o porque de ter feito isso. Fiquei chocada ao entrar aqui e me deparar com este texto. Um baita susto. Tão grande que até agora estou sem palavras.
Bj, Camila *

na faculdade disse...

Para os leitores das Desaforadas, me identifico: Eu sou a amiga em questão.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Para você, Lú: Confesso que até agora estou tentando assimilar e entender o porque de ter feito isso. Fiquei chocada ao entrar aqui e me deparar com este texto. Um baita susto. Tão grande que até agora estou sem palavras.
Bj, Camila *

PS: Por favor, alguém pode apagar comentário de cima?! Por erro meu foi enviado 2X.

Anônimo disse...

Ah, deixa aí. Tão bonita a mensagem que merece mesmo bis. ;-)
Beijo.

Mario

fabiola disse...

Adorei o texto Lu!!! Me identifiquei muito... Já "amei" minha ex melhor amiga... Sim, ex porque, hoje em dia, somos apenas amigas de msn e orkut. Foi muito bom e ao mesmo tempo muito louco!!! E o melhor ou pior, foi ouvir dela depois que nunca nenhum homem havia dado à ela o prazer que eu dei... Sim, fui o homem da história... Muito doido...

Anônimo disse...

Venho me redimir do comentário que postei semana passada,dizendo que senti ares de "preconceito" quando falavam de homossexualismo,ou coisas do genero,acredito que eu tenha interpretado de forma erronea os textos,pois preconceituosos,não dariam espaço para textos e confissões de uma mulher que "ama" outra mulher...Espero que minhas desculpas seja aceitas...rs...
"Todos deviam dar oportunidades,para nós que somos "diferentes",mostrar que somos iguais...Bjão

Anônimo disse...

*Sejam aceitas...desculpem os erros...
hhehehehee...Anônimo...
Maria/Mariah