quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Vai que a moda pega



Tudo no mundo é relativo. O que para mim pode dar água na boca para você não e vice versa. Um bom exemplo disso é a nossa cultura popular, que às vezes me parece, um tanto quanto, bizarra. Aqui no Brasil com esta imensidão toda vemos cada coisa. Se percorrermos de norte a sul muitas vezes teremos a impressão de estar em um país diferente. Mas pasmem é o mesmo Brasilzão, velho de guerra. A televisão acredito ser uma forte unificadora destes costumes. E infelizmente o que mais vemos são as modinhas não muito aproveitáveis que a TV prolifera.
Ultimamente a mais absurda de todas foi uma mulher avantajada de mais, se transformar em símbolo sexual como Mulher Melancia. No vácuo, pra piorar, muitos estilos de Mulheres vieram à tona. Mulher Moranguinho, Mulher Melão, Mulher Filé, Mulher isso e aquilo.
Já que não se pode vencê-los a idéia é unir-se a eles. rsrsrs
Na onda da brincadeira... Agora que virei carioca e somado a isso, o fato de ter me casado com um personal training, que esta me dando altas dicas para fisicamente também virar uma cidadã carioca da gema. Com esta minha cor branquinha, como farinha, e meu sotaque regado a leitE quentE, já estão querendo me lançar como Mulher Barreado. Pode?

Verônica Pacheco

14 comentários:

Anônimo disse...

Pelo menos barreado é quente! e saudável. Concordo com a Verô, a mulher tem que se valorizar e esplorar o melhor dela.Um abraço. Dr. Maximo Asinelli- Médico Nutrólogo do Paraná.

LeoThomaz disse...

claro que pode!
Nós nos vemos nos olhos dos outros e nos ver nos olhos dos outros faz com que exista uma ligação de modernidade, vc vai ligando sua identidade com a habitat onde está, passa a ser cidadã do mundo, se identificanco mais com o externo do que com o interno.
Como? Se isso é bom? Aí baby,é outro papo!
Não deixa de ser um ritual de passagem, arbitrária pacas...

anapaula disse...

Vou ter quer descordar do primeiro comentario anonimo, se valorizar e explorar ao maximo a si mesma nao tem a ver com se deixar mais gostosa PARA OS HOMENS, tem a ver com aceitar a si mesma como é e ser feliz.

legal teu post vero, mas eu vou te falar pra nao mudar por causa das cariocas. a outros olhos elas nao passam de simbolos sexuais sem cerebro e atitude. uma vergonha pro brasil.

Verônica Pacheco disse...

Maximo, sempre alerta não é? Vê a profissão até onde não tem. Muito bom aprender isso contigo. rsr
***
Como disse no MSN: artigo, super hodierno, tudo a ver com "Múltiplas Formas de Identidade"...
Concordo que hoje a construção espaço-tempo se dá de forma global, e a forma como enxergaste meu post é o mais providencial pras pessoas repensarem seu pensar. Realmente os neuróticos urbanóides ocidentais vão colidir se não obtiverem sua porção diária de chá verde, rsss Ainda bem que a minha tomo na medida.
O indivíduo se identifica na sociedade a partir da interação social e é preciso um reconhecimento do mundo, da linguagem e um conhecimento da situação de tempo e de espaço. Mesmo já conhecendo tudo e todos aqui, acredito que ainda demorarei um tempinho para me adaptar a cultura local.
;) boa elucubrações!
***
Ana, o Maximo é médico e estava fazendo mkt indireto do seu trabalho. Ele não é machista, longe disso, valoriza a saúde em primeiro lugar. E é isso que estou fazendo aqui, já que em Curitiba era difícil pelo frio, acordar às 5h para malhar. Não vou entrar na onda carioca, não se preocupe, não faz meu estilo, vou apenas cuidar de mim. Meu namo diz ter tesão por cérebro, mas nem por isso preciso deixar de ter um bum bum durinho! rsrsrs
Verô

Verônica Pacheco disse...

Para continuar a diversão e a interatividade das quintas. Vejam o que o Maximo me enviou por email:

Para seu próximo Blog nas desaforadas...

ATUALMENTE TEMOS MULHER MELANCIA, MULHER JACA, MULHER MORANGUINHO E TANTOS OUTROS ADJETIVOS DESAGRADÁVEIS A NOSSA CLASSE... DIANTE DESTA NOVA MODA, SEGUEM ALGUMAS DEFINIÇÕES DO QUE DIRÍAMOS ASSIM: REPRESENTASSEM AS IGUARIAS MASCULINAS...HEHEHEHEHEH

HOMEM Camarão : só tem merda na cabeça, mas é gostoso e você come assim mesmo.
HOMEM Caranguejo: é feio e peludo, mas você bate nele, limpa direitinho e come.
HOMEM Pão : tem sempre o mesmo gosto, mas você come todo dia.
HOMEM Aperitivo : acompanhado de uma bebida você come e ainda acha bom.
HOMEM Maracujá : é todo enrugado, você come e depois sente vontade de dormir...
HOMEM Lagosta : só come quem tem dinheiro.
HOMEM Caviar : você sabe que alguém está comendo, mas não é ninguém que você conheça.
HOMEM Bacalhau : você só come uma vez por ano.
HOMEM Maionese de Fim de Festa : todo mundo te avisa pra não comer, mas você come porque está desesperada; arrepende-se e depois passa mal.
HOMEM Rã : todo mundo já comeu, menos você.
HOMEM Salada : é bonito, mas quando você come descobre que não é tão gostoso assim.
HOMEM Marmita : não é lá essa coisa, mas você come rapidinho.
HOMEM Cafezinho de Supermercado : você nem faz questão, mas como é de graça, você come.
HOMEM Jiló : é horrível, mas você conhece alguém que come.
HOMEM Docinho de Festa : você fica com vergonha de chegar junto, então vem outra, come e deixa você chupando dedo..
HOMEM Cogumelo Venenoso : comeu, ta fudido.
HOMEM Feijoada : você come e ele fica te enchendo o dia todinho.
HOMEM Coqueiro : pode trepar que não tem galho.
HOMEM Miojo : em um minuto ta pronto pra comer.
HOMEM Coca 2 litros : dá pra seis
HOMEM pé de chuchu: Você é obrigado a comer senão a vizinha vai lá e come.
HOMEM BIS : você come, repete e nem se lembra das calorias!!!!!

Obrigada querido, pelo seu carinho e participação. ;) ri muito...
Verô

Jardel disse...

Aí que está a grande graça do nosso país! O tamanho e variedade de culturas e modos de vida.E pontos de vista.É...mudanças geográficas fazem pessoas mudarem por fora e por dentro também! Certíssima você! Acho que numa dessas a onda da Mulher Barreado acaba pegando hein! hehe! Brincadeiras a parte, tudo de bom pra você aí na terra da bossa nova! ô beleza!

Anônimo disse...

HOMEM cebola: você come chorando

Luciene de Morais disse...

Adorei sua postagem E os comentários, rsrsrsrs
Penso assim... a gente aceita a moda que combina com nosso etilo. Ninguém quer se descarcterizar também, né... nem ficar fora do contexto... um meio termo é legal.
Interessante é que o mesmo homem pode ser HOMEM Salada pra uma e HOMEM BIS pra outra. Os adjetivos estão nos olhos (e não apenas nos olhos..., rs) de quem vê!
Beijo
Lu

Zé! disse...

Na falta de criatividade, de conteúdo, do inédito... as modinhas sempre se reciclam e voltam a tona com versões atualizadas aos nossos dias... outro dia liguei a tv e vi em plena tarde um cara fazendo uma dessas moças frutas, chacoalhar a bunda mandando abrir e fechar, bom pra mim tudo bem nenhuma novidade, mas fico pensando po mas isso teria q passar la pelas tantas da madrugada... então na tv a gente vê pessoas sem dom artístico nenhum, sem denominação profissional nenhuma sendo tratadas como estrelas de primeira grandeza, nada contra mas deve-se esclarecer a quem assiste quem é quem, as notícias sobre estas sempre giram em torno ou de um vídeo q caiu indevidamente na net, ou de um filme picante, ou pq saiu pra jantar sem calcinha etc... realmente o mundo mudou. Agora para as pessoas que são "surfistas da onda do momento" é só aproveitar, se tiver dinheiro, se emplastifique, mas mulheres e homens que não tenham tanta grana assim, é simples vai no comércio e compra roupa com enchimento, não deixa de ser um resultado digamos "abundante" também e o melhor, quando passar a moda não vai precisar se rasgar pra tirar um pedaço de silicone das partes. Mas enfim cada um tem que ser feliz com aquilo que acha certo. Mas lembrando, respeito é fundamental né.

Anônimo disse...

...Estou no meu trabalho e tive que me segurar para não ri do post da Lu Oliveria...mas qual mulher nunca passou por algo parecido com o bendito salto???Eu,como esse mesmo sentimento de "estou poderosa",seguia para minha sala da facul,desfilando minha linda bota pelo pátio de paralelepipedos,quando aquele salto lindo,aquele mesmo que brilhou p.mim na vitrine da loja,simplesmente enrroscou no espaço entre um paralelepidedo e outro,só que eu não tive a mesma sorte que você,eu lancei meu corpo para dar o próximo passo e abruptamente parei...fiz um esforço enorme de tirar aquele k...mas foi em vão...como minha bota,que nesse momento eu já não achava tão linda mais, era de "cano alto",tive que abrir o zíper,e tirar aquela horrivel bota no pátio da faculdade...

Anônimo disse...

*Rir...
Bjos...estou adorando...
Maria/Mariah

Obs.Estou aguardando alguém me aceitar no orkut(triste)...
Bjo

Anônimo disse...

Maria/Mariah realmente, esse é o preço que pagamos por querermos nos manter poderosas.
Obrigada pelo carinho e pode deixar que vou dar um puxão de orelha no mário e pedir pra ele te aceitar na comunidade.
Bjks e participe sempre ....
Lu Oliveira

Anônimo disse...

...Obrigada Lú Oliveira,eu postei o comentário no lugar errado,isso que dá ficar fazendo mil coisas...(mulheres)...
Bjos
Maria/Mariah

Anônimo disse...

PROMETO QUE É SÓ MAIS ESSE...
orkut - bem-vindo à comunidade Desaforadas
de: Mario Lopes
para: ☻♥Maria Mariah♥
enviado: 28 de outubro de 2008 17:21
OPS...
BJO